Elementos Pesados do Processo-s Podem ser Estudados no Infravermelho

Título do Artigo: Adding the s-Process Element Cerium to the APOGEE Survey: Identification and Characterization of Ce II Lines in the H-band Spectral Window


Primeir@ autor@: Katia Cunha


Revista publicada: The Astrophysical Journal, Volume 844:145, Página 12, agosto de 2017



Elementos do processo-s são elementos mais pesados, formados durante um processo lento de captura de nêutrons. Ocorrem geralmente na fase final de vida de estrelas de massa intermediária durante a fase de AGB. Neste processo é gerada a nucleossíntese de elementos como neodímio e cério, elementos estes que podem ser estudados a partir de espectros APOGEE.


Este é um artigo bastante técnico onde nós apresentamos nove linhas espectrais de Ce II (cério ionizado) descobertas na banda H do espectro eletromagnético. Também estimamos os valores log g-f destas linhas para podermos fazer o tratamento teórico e, por conseguinte, uma determinação de abundâncias em outras estrelas. Como este elemento é produzido nos instantes finais de vida de uma estrela, a abundância de cério no Sol é muito pequena, o que torna difícil utilizar o Sol como estrela padrão, neste caso. Uma forma alternativa para tentar estimar os valores log g-f é utilizando outras estrelas padrão, como a bem conhecida gigante vermelha Arcturus. Nós também utilizamos a estrela 2M16011638-1201525 como padrão, tendo a abundância dos elementos do processo s estimada a partir de espectros na região do ótico.


Na Figura 1 do trabalho apresentamos a identificação de oito linhas de Ce II disposta no espectro APOGEE.



Figura 1 - Identificação das linhas de Ce II.



Entender os processos de criação e evolução química de elementos do processo s é fundamental para compreendermos melhor o processo evolutivo de estrelas massivas e também da nossa Galáxia, e neste artigo mostramos que este tipo de ciência pode ser obtido utilizando espectros APOGEE.









#APOGEE #SDSS #GigantesVermelhas #processos #AGB #Estagiosfinais